Thursday, 20 February 2014

Sedução Irresistível

Sedução Irresistível
Elizabeth Hoyt
Quinta Essência
340 páginas

Podia quase apostar o meu dinheiro todo que tenho na conta que a nova moda na literatura será heróis desfigurados! Há sempre algo de apelativo nos livros quando em vez de um herói todo charmoso, cuja personagem feminina se derrete toda, temos um herói com cicatrizes que repela a mulher.
Helen é uma mulher determinada que cometeu erros no passado e agora está entre a espada e a parede. Não é a mulher virgem e inocente que muitas vezes vemos nos livros, tem dois filhos pequeno que animam a história criando momentos de diversão ou, por vezes, desespero.


No entanto, o verdadeiro encanto do livro encontra-se em Alistair. Ao início pode-se pensar que Helen o mudou, mas na verdade assistimos, tal como no conto da Bela e do Monstro, ao regresso de Alistair ao que era antes da guerra. Atormentado pelas memórias da guerra e da tortura que sofreram quando forma capturados, aos poucos Alistair vê-se arrastado para o mundo real e afastado das memórias. “O senhor precisa de mim” é uma das frases mais referidas por Helen, onde ela sublinha de forma inconsciente que o amor que ela pode dar a Alistair e Alistair, se for salvo, pode dar aos filhos de Helen, numa figura presente como pai. De facto, o aspecto físico de Alistair é completamente esquecido pelo leitor (ainda que o narrador nos relembre várias vezes do seu aspecto), devido à sua personalidade afável e o seu coração ser tão grande. As cenas eróticas contribuem para o leitor se apaixonar por Alistair, não só tem jeito para crianças, como é um bom amante e faz tudo para proteger Helen do perigo. E por isso já o velho ditado diz: quem feio ama, belo lhe parece.


É dos melhores romances que li escritos pela Hoyt, tem romance, erotismo e um protagonista que as leitoras femininas vão-se apaixonar. Para uma "sucker" por personagens masculinas desfiguradas este livro encheu-me as medidas e espero mesmo que este tipo de personagens virem moda. A nossa visão da personagem altera-se por completo quando o físico e o psicológico entram em contradição e no fim apercebemo-nos que por mais belo que um homem seja, se o interior não corresponder não há leitora que o salve!




O solitário Sir Alistair Munroe tem estado escondido no seu castelo desde o regresso das Colónias, com cicatrizes interiores e exteriores. Porém, quando una misteriosa beldade se apresenta à sua porta, a paixão que manteve controlada durante anos começa a ganhar vida. Para fugir a erros passados, a lendária beldade Helen Fitzwilliam afastou-se do luxo da sociedade e vai para um castelo escocês semiabandonado... onde aceita o cargo de governanta. Contudo, Helen está decidida a começar uma nova vida e não permitirá que nem o pó nem um homem ríspido com cicatrizes a afugentem. Sob o belo exterior de Helen, Alistair descobre uma mulher cheia de coragem e sensualidade. Uma mulher que não recua diante do seu mau génio ou das suas cicatrizes.


2 comments:

  1. Este é o meu livro favorito dela. Adorei. :)

    ReplyDelete
  2. Parece que acertei ^^ Sim é muito superior aos outros que li dela :) Espero que o 4º seja assim ^^

    ReplyDelete