Sunday, 17 March 2013

Vikings e vampiras: é, não primamos pela originalidade

Death blow
Jianne Carlo
Viking Vengeance #2
Editora: Ethopia Press
E-book (publicado a 8 de Dezembro de 2012)


Um romance erótico com vikings no período de transição para o Cristianismo, mas com espaço para a exploração de alguma mitologia nórdica. Essa parte (a parte das curses) foi a mais interessante e o kicking-point fantástico. Infelizmente o romance peca por personagens bipolares e com Alzheimer. A personagem principal, Nyssa é uma guerreira descendente da Deusa Ægir, que tanto brada aos céus que é forte, como quando mata alguém começa a chorar e diz que é fraca. Ou então diz que é independente e depois acarreta tudo o que Konáll manda. Konáll é o típico estereotipo de macho: mandão, demasiado protector, mas que no fundo só quer passar a imagem de amar a Nyssa demasiado e que ela é uma tonta que não sabe tomar conta dela. Kudos pela imagem mental quando lia uma cena de sexo em que Konáll antes de ter um orgasmo repetia três vezes (sim, eram só três vezes) a palavras “mine”. Não sei se isto é muito prático, e que raios um homem tem na cabeça quando está em cima da senhora e dizer “minha, minha, minha”. Mas um dia descobrirei o motivo de ele ter going all Neandertal para cima dela. I may even try it… já estão a imaginar pedirem aos vossos namorados: Olha quando tiveres a chegar aquele ponto, repetes três vezes a palavra mine, ok? Os vilões são fracos e mal explorados e a resolução é encontrada demasiado facilmente.
Em suma, um livro giro para se passar umas horas e rir um bocado, mas que tinha todos os potenciais para uma boa história. Começa bem, perde-se a meio.

Dark Shadows
Vampirella Tp
Patrick Berkenkotter, Marc Andreyko, Jose Malaga (Ilustração)
Editora: Dynamite Entertainment
114 pages
Publicação em 7 de Maio de 2013

Oh que saudades da minha Vampirella! Daquele gore todo, de ver vampiros e sentir o terror da espinha. Mas eu já não tenho 14 anos (tenho mais dez, ai as cruzes! ... punny, aren't we?) e ao ler este volume como Advanced Copy, gostei mas não posso dizer que seja um número muito bom. O pacing é demasiado rápido e tudo se desenrola com facilidade. Ai o apartamento está revirado, então é claro que foi o não sei quantos! Ai é? É verdade, eu não tenho vampire senses, mas tipo é tudo demasiado rápido e parece que o vilão é que vai ter com a Vampirella e quase que a empurra para ele. Os diálogos estão bem feitos e a personagem Vampirella continua adorável como sempre. O seu ajudante, Barnabas Collins (qualquer semelhança com o filme do Tim Burton não é coincidência, se não sabem a história do Barnabas go read it!) é um sidekick adorable, mas o início parece trapalhão a fazer show/tell de algo que devia de ser mais desenvolvido.
Não sei se este volume agradará a todos, mas certamente que agradará aos fãs da série que esperam ler mais sobre a personagem da Vampirella. Resumindo: bons diálogos, boas personagens, pacing rápido, initial incident demasiado abrupto, bom ending.

No comments:

Post a Comment