Saturday, 16 June 2012

Despojos da Terceira Guerra Mundial

Não foi a Terceira Guerra Mundial, mas podia ser! Este ano, como prometido a mim, mesma só comprei livros de autores portugueses e qual foi o meu espanto quando vi que só tinha comprado livros de autores masculinos! A verdade é que leio mais autores masculinos portugueses e mais autoras femininas inglesas/alemãs. Vá-se lá saber porquê!

A Feira do livro este ano estava uma bosta autêntica, aliás não me admirava nada que para o ano não houvesse feira! Livros muito caros (tirando os Alfarrabistas, mas esses é preciso escarafunchar até encontrar o que queremos), e as promoções eram um pouco lamechas mesmo na Hora H, ainda assim consegui sacar o livro do João Barreiros e logo na primeira visita consegui "Os dias da febre" por 8€, visto ser Livro do dia. Estava indecisa, mas o facto de se passar no século XIX com o surto de febre amarela não resisti! O autor parece ser um senhor extremamente fofo, simpático e culto. Acima de tudo valeu a pena abrir o livro e ver lá um mapa de Lisboa pós-terramoto.



O que me leva ao último livro na imagem: O dia em que Lisboa tremeu. Estou desiludida com a LEYA. Muito! Eu adoro a colecção de bolso deles, acho-a das poucas colecções que valem a pena: bons nomes, bons livros, mas venderem livros de bolso a 10€ (igual à FNAC/ Bertrand/ Wook) numa feira do livro, quando a edição normal está mais cara 1,70€... erm é gozar com a minha cara, não é? Infelizmente queria mesmo ler este livro, para ter noção de Lisboa durante o Terramoto. Após ter lido alguns documento sobre o terramoto em si, gostaria de ler algo ficcional sobre o acontecimento. Aproveitei a promoção de livro do dia e foi a prendinha do meu "homem".

"O teu rosto será o último" é o livro para o mês de Julho no Clube de leitura da Bertrand em Braga, por isso aproveitei a generosidade do meu homem para me oferecer, visto estar a 10€ e ser uma "novidade".

Na Quinta-Feira decidi passear um pouco pela feira, visto que não ia a tempo de apanhar o comboio das 18.10, passei pelo stand de Relógio de Água e vi o livro do meu antigo professor Pedro Eiras à venda por 3€... claro que não resisti e trouxe-o para casa toda contente! 

Enfim só hoje o meu homem gastou 21€ em dois livros quando no resto dos dias eu gastei em três 17€, no final as contas foram (mais ou menos):

Os dias da febre: 8€
A verdadeira invasão dos marcianos: 6€
Os três desejos de Octávio C.: 3€
O teu rosto será o último: 10,60€
O dia em que Lisboa tremeu: 11,70€ 

No comments:

Post a Comment