Tuesday, 29 May 2012

Must buy @ FLP - livros eternos

Na sequência de uma conversa no Facebook, onde a "Effi Briest" foi atropelada e a pedido da miss Vera Coutinho decidi criar um post com listas de livros que todos "devem" ter numa biblioteca. Podem também aproveitar para comprar os livros na Feira do Livro do Porto.

A Dávida
Toni Morrison
Editora: Presença
Preço: 13.53€ (na Feira deverá estar mais barato)

Laureada com o Prémio Nobel da Literatura em 1993, Toni Morrison foi a primeira autora mulher negra a ser brindada com o prémio que todos os escritores anseiam um dia receber.
A prosa de Morrison é dura, a sua escrita pinta retratos cruéis e muitas pessoas podem não achar piada à sua prosa devido à falta de conhecimentos sobre a história dos negros na América. Contudo, é preciso sempre ler além da palavra e deixar-nos levar pelas metáforas e símbolos nas palavras pinceladas por Morrison.
Sinopse:
A Dádiva é um romance extraordinário que se passa na América do Norte de finais do século XVII. Profundas divisões sociais e religiosas, opressões e preconceitos exacerbados propiciam o cenário ideal para a implantação da escravatura e do ódio racial. Jacob Vaark é um comerciante anglo-holandês que apesar de se manter à parte do negócio dos escravos, que então dá os primeiros passos, acaba por aceitar uma menina negra, Florens, como pagamento de uma dívida de um fazendeiro de Maryland. Nesta parábola do nascimento traumático dos Estados Unidos, Morrison revela-nos o que se esconde sob a superfície de qualquer tipo de sujeição, incluindo a da paixão, e o quanto essa falta de liberdade é nociva para a alma.


Effi Briest 
Theodor Fontane 
Editora: Difel
Preço: 18,17€ (poderá encontrar este livro em Alfarrabistas devido à falência da editora Difel)

Effi Briest foi o primeiro livro que li na licenciatura e ainda que seja um choque efectuar uma leitura hermenêutica de tal obra com poucas aulas de literatura . Para quem gosta de romances como Madame Bovary ou Anna Karenina e não quer ler muitas páginas, Effi Briest oferece a mesma essência na história (hey para quem lê todos os romances de Nora Roberts já está mais que habituado a isto de fórmulas gastas ad eternum), contudo o ambiente social e as personagens apresentam características diferentes. Não é um livro fácil de se ler, pois muitos dos acontecimentos acontecem entre linhas e é preciso estar atento ao mais pequeno pormenor. Uma leitura que, no entanto, quando bem efectuada dura para sempre.

Críticas de imprensa "Um dos mais significativos romances alguma vez escritos."
Thomas Mann - Prémio Nobel de 1929, autor de Morte em Veneza
"Simplesmente magnífico… Absolutamente encantador."
The New York Times

O Adeus às Armas
Ernest Hemingway
Editora: Livros do Brasil
Preço: 13,90€

A vontade é dizer: É Hemnigway - ponto final. Mas isso não ajudaria muito as pessoas que nunca leram Hemingway... Vamos tentar outra frase... Este livro foi dos poucos que me causou vómitos, fez-me chorar e ter um AVC no fim! Yep, that should do it!
O "Adeus às armas" é tudo o que um livro perfeito é:
  • não é extenso;
  • contexto histórico (Primeira Guerra Mundial, escrita por um soldado que combateu nela) é perfeito;
  • A escrita de Heminway é sublime;
  • Trata de temas imortais como a fugacidade da vida e a mortalidade do homem;
  • O sr. ganhou o Prémio Nobel em 1954.
Now this should do it. Se arranjares uma capa mais bonita, comprem porque este é dos poucos livros que têm de estar numa estante. Se você tem 1000 livros e não tem este, é imperdoável!

Sinopse: 
Adeus às Armas, muito provavelmente o melhor romance americano sobre a I Guerra Mundial, é a história inesquecível de Frederic Henry, um condutor de ambulâncias que presta serviço na frente italiana, e da sua trágica paixão por uma bela enfermeira inglesa. Ernest Hemingway foi um dos autores que mais contribuiu para revolucionar o estilo da ficção de língua inglesa. Veio por isso a receber o Prémio Nobel de Literatura em 1954.

O revisor 
Ricardo Menéndez Salmón
Editora: Porto Editora
Preço: 14,40€ (se arranjarem o pack dos três livros não hesitem)

Recebi "O revisor" como prenda de anos e ainda que pensasse que seria uma leitura mediana, o livro foi um murro no estômago. Escrito com uma sensibilidade rara, Salmón é um dos jovens escritores mais promissores da Espanha. Aviso: nada o irá preparar para este livro, ele arrancar-lhe-á toda a esperança e felicidade, ainda assim este livro irá ficar gravado na sua memória. 

Sinopse:
Concebido como o testemunho de um cidadão comum, mas sobretudo como uma confissão de amor, O Revisor é uma homenagem àqueles que nos permitem manter o bom senso nos tempos de incerteza e um testemunho impressionante acerca do poder do amor nas suas diversas formas - a amizade, a paternidade, a sexualidade - como abrigo contra a inclemência da vida e contra as mentiras do Poder.

Na minha morte
William Faulkner
Editora: Dom Quixote
Preço: 17€ (esta edição está esgotada, mas deve ver a luz do dia numa nova edição para breve)

Faulkner é complicado de ser ler. A sua técnica de "stream of consciousness" faz o leitor por vezes desesperar durante a leitura. Um livro que me influenciou para o resto da vida com citações que carregam em si um simbolismo profundo. Se, para os hitchcarianos o moto é "Bring a Towel", para "Na minha morte" a frase que ficará para sempre na memória será: "My mother is a fish."
Se lerem este livro aconselho a lerem-no de uma assentada só para saberem e a história e depois lerem todos os capítulos de cada personagem.
Sinopse:
"Na Minha Morte" é a história às vezes cómica, às vezes grotesca do esforço decidido de uma humilde família rural para cumprir a promessa que o pai fez à esposa moribunda: Addie Bundren deseja ser enterrada junto à sua família, na cidade de Jefferson, a cerca de oitenta quilómetros do sítio onde moram. Esta viagem, atrasada pelas inundações e pelo fogo e seguida por uma crescente nuvem de moscardos, demora nove dias.

1 comment:

  1. o primeiro parece me muito bem. acho que vou adquiri-lo

    ReplyDelete