Monday, 19 December 2011

I found my soulmate trapped inside a fat werewolf

As Incríveis Aventuras de Dog Mendonça e Pizzaboy
Argumento: Filipe Melo
Arte de: Juan Cavia
Editora: Tinta-da-China

Primeiro pensamento quando acabo de ler o livro: awww já acabou? Não pode? Não há mais? Haver, há, só que tenho de voltar à loja.

Segundo pensamento quando acabo de ter o anterior: isto é parecido com uma quickie: orgasmico, mas de curta duração... é e basicamente é esse o único ponto negativo que tenho a apontar! Durou muito pouco e eu queria mais... a lot more!

"As incríveis aventuras de Dog Mendonça e Pizzaboy" é o meu primeiro livro de BD! Eu costumava ler a Vampirella, mas no supermercado, e comprei o "Sandman" do Neil Gaiman para o meu namorado. Ou seja nunca tive uma BD que comprasse para mim! Começou mal: as folhas do primeiro que comprei soltaram-se e a minha reacção foi: Poker face e depois pânico geral. Pela primeira vez vi um livro desfazer-se à minha frente... lá sobrevivi e fui trocar.
Podemos dizer que este primeiro volume das aventuras destas três personagens: Pizzaboy, Dog e Pazuul é uma mistura de vários clichés já mastigados por várias outras pessoas (o rapaz de pizzas que é explorado e que se não chega dentro de 20 minutos a pizza sai do bolso dele, teorias da conspiração e tal), e porque é que gostei tanto do livro se detesto coisas clichés? Por causa do Dog! Sim, essa personagem épica, com um feitiozinho do pior e com cara de bad-ass e pança enorme (e muito mau a matemática). Filipe Melo soube aproveitar clichés antigos e transformá-los através das duas personagens mais improváveis. O livro tem ainda bastantes detalhes, especialmente quando existem frases em alemão (e para quem sabe alemão) são completamente hilariantes, por estarem tão fora do contexto e mesmo assim parecerem algo decente (a do "Vergessen Sie nicht dieses Buch Ihren Freunde zu empfehlen" foi genial).
Um livro muito bom para descontrair e rir durante meia-hora.


No comments:

Post a Comment