Saturday, 30 July 2011

Quickies

Desafio do ano: ler 100 livros
So far: 72 livros lidos
Tempo para escrever reviews: muito pouco e sejamos honestos existem alguns livros que não têm muito a dizer, sendo assim aqui vai uma "rapidinha" de livros só para ficarem com uma noção.

Moon Called | Patricia Briggs
Ace books | 340 páginas
Muito resumidamente este livro tem uma história com muito potencial e a heroina é bastante agradável. O grande problema é a escrita sem sal de Briggs, que faz com o que o livro seja intragável e secante. Este livro é a prova viva que nem todas as histórias boas, são bem contadas.

Facebook cem erros | Umbertto
Chiado Editora | 263 páginas
Ganhei este livro num passatempo e Um livro pequeno que devia de ter uma revisão - deve ser o primeiro livro que leio de uma VP que não tem erros ortográficos, nem gralhas absurdas, contudo penso que 100 e tal páginas (visto que as outras 100 eram separadores com os títulos) só com erros de que as pessoas fazem no Facebook torna-se cansativo. O humor do autor é muito bom e a "seriedade" e não alarmismo com o qual enfrenta erros mais graves. Houve alguns que sinceramente duvidei que as pessoas escrevessem assim, mas depois lembrei-me que um blog à pouco tempo publicou opiniões de umas pessoas que continha igualmente tantos erros, que nem soube o motivo pelo qual o autor do blog publicou semelhantes opiniões. Uma coisa é o Windows Live Messenger onde sinceramente a menos que seja com uma professora ou com alguém desconhecido não me importo em não meter acentos no "e" ou vírgulas como se fosse um texto. Outra coisa é o "Facebook" onde apesar de tudo convém ter mensagens legíveis. Se tivesse sido revisto por alguém e tivessem dito ao autor deste livro para fazer mais pausas entre os erros, tinha sido um livro mais desfrutável. Tanto erro cansa a cabeça.

Minha senhora de mim | Maria Teresa Horta
Editora Gótica | 96 páginas
Um livro pequeno de poemas muito bom, cheio de belas metáforas. Um "must-read" para todos aqueles que gostam de escrever poesia. Esqueçam Antero de Quental ou Fernando Pessoa e comecem a ler Maria Teresa Horta!

Flores na Tempestade| Laura Kinsale
O arco de Diana Editora | 560 páginas
Um romance engraçado para o Verão: leve, sentimental, bem escrito. O único turndown é a conversa constante sobre Deus e religião. Bem sei que a personagem principal é uma quaker, mesmo assim penso que a autora abusou ás vezes do assunto da religião.

No comments:

Post a Comment