Thursday, 12 May 2011

O amor insosso de Inês e Pedro

O Amor Infinito de Pedro e Inês
Luís Rosa
Páginas: 200
Editora: Presença

Não sendo nenhuma especialista em romances históricos, noto que a maior parte deste género em Portugal foca-se maioritariamente em pormenores históricos (datas, nomes) do que propriamente na história em si. Curioso ver que em "O amor infinito de Pedro e Inês" os diálogos são escassos e ocorrem entre Pedro e o Bobo, do que Inês e Pedro. As caracterizações indirectas e os acontecimentos serem todos apressados e relatados pelo narrador que parece ter de apanhar o comboio. Não há muito a dizer sobre o livro, o leitor tem a sensação de ler uma entrada de 150 páginas da Wikipedia onde nada é novo e as personagens estão amordaçadas à vontade do autor de contar a história de Pedro onde Inês é apenas uma personagem secundária.

No comments:

Post a Comment